e-mc² imóveis

Assessoria imobiliária para compra e venda de imóveis:

Conheça a equipe completa da Marcus Cavalcanti

Nem sempre é possível conhecer a fundo os nomes que trabalham por trás da experiência de adquirir ou vender um imóvel, mas aqui na Marcus Cavalcanti nós pensamos diferente. A assessoria imobiliária é o diferencial para se sentir seguro na hora de tomar qualquer decisão.

Isso porque é super importante que você tenha acesso às informações sobre os profissionais que atuam com excelência pela busca do empreendimento ideal, sempre de acordo com as necessidades do cliente.

Ao longo dos anos, as carreiras dos nossos consultores são alavancadas através de muita experiência, análise e estudo de mercado, bem como do comportamento dos consumidores, que tem mudado constantemente.

Pensando nisso, preparamos uma pequena entrevista, para que você possa saber um pouco mais sobre a nossa equipe.

Assessoria imobiliária: os nomes por trás da escolha da sua vida

Conheça um pouquinho sobre a nossa equipe através de uma pequena contribuição sobre a história de carreira, negócios imobiliários marcantes, atualização de mercado e muito mais!

1 – Há quanto tempo você atua no mercado imobiliário e quantos anos já está com a Marcus Cavalcanti?

Altemar Ferreira: Atuo no mercado imobiliário há mais de 27 anos, sendo 23 deles na Marcus Cavalcanti.

Daise Barros: Atuo no mercado, acho que desde 1988. Entrei na Marcus em Março de 1993.

Iná Bloch: Há vinte anos, sempre com a Marcus Cavalcanti.

Ivone Coutinho: Atuo no mercado imobiliário desde 1989 e na Marcus Cavalcanti desde 96.

Josué Malta: Sou corretor de imóveis desde 1981. Em 1984 entrei na Marcus Cavalcanti Imóveis . São mais de 30 anos. A empresa e a pessoa do Marcus Cavalcanti são indissociáveis . Pioneiro no mercado imobiliário de Alto Padrão, empreendedor, o nome Marcus Cavalcanti é sinônimo de profissionalismo, com reconhecimento que vai muito além do Rio de Janeiro.

Lucia Malta: Sou corretora de imóveis há 22 anos. Há 17 anos integro a equipe de vendas da MC, alternados entre os escritórios de Lisboa e a sede no Rio de Janeiro.

Patrícia Pacheco: Sou corretora há 16 anos, mesmo tempo que estou na Marcus Cavalcanti. Tenho imenso orgulho da minha história na profissão ser pautada por uma empresa tão marcante no mercado imobiliário de alto padrão. Uma verdadeira grife no segmento! Além, é claro, da imensa GRATIDÃO que sinto pela família que acabei formando aqui dentro, e em especial pelo Marcus, nosso mentor e o coração da empresa!

2 – Quais experiências de atendimento foram mais marcantes para a sua carreira? Por quê?

Altemar Ferreira: Já tive diversas experiências marcantes, mas pontuaria 2 especiais:

A primeira, foi a venda do galpão da Ambev em São Conrado, onde consumiu bastante energia e adrenalina durante toda a negociação, com visitas sempre muito tensas.

A segunda, foi a venda do apartamento unificado do nosso empreendimento em São Conrado (Av Prefeito M. Morais 1010/1001). Operação onde tivemos que ter muito sangue frio e tranquilidade durante toda a negociação, que terminou com um final feliz.

Daise Barros: Nossa! Tive muitas experiências marcantes durante todos esses anos! É difícil escolher! Cada uma diferente da outra e é isso que faz a profissão ser interessante e estimulante. 

Iná Bloch:  As que exigiram mais cuidado e empenho, porque me fizeram perceber e acreditar que com dedicação e vontade forte, sem nunca desistir ou desanimar, é possível alcançar os melhores resultados.

Ivone Coutinho: Muitas experiências foram marcantes, mas é muito gratificante quando conseguimos entender o que é mais importante para cada pessoa. Quando ela entra no imóvel e o brilho no olhar demonstra que acertamos. Não é preciso “vender” e sim captar o sentimento que define a compra.

Josué Malta: Em 1988 ter aceito o desafio do Marcus Cavalcanti para abrir a filial em Lisboa.
Nossa atuação no mercado imobiliário português logo se destacou.
Recebemos do Governo Portugues convite para integrar o grupo de trabalho criado para desenvolver o maior projeto de recuperação urbana da Península Ibérica. Foram vendidos um total de 450.000m² em lotes de terrenos para construção residencial, naquele que é hoje o bairro denominado Parque das Nações.

Lucia Malta: Todos, sem exceção. Não qualifico como negócio mais marcante a venda de imóveis “A” ou “”B”, mais sim, a satisfação, reconhecimento e o agradecimento dos clientes pelo trabalho realizado.

Patrícia Pacheco: São inúmeros os casos que marcaram essa trajetória, alguns felizes, outros nem tanto, mas prefiro ter como marco, os mais gratificantes! 

Experiências e reconhecimento pelo trabalho executado, de GRATIDÃO dos clientes pela condução da busca, fidelidade e honestidade! 

Na nossa profissão, acabamos por nos “acostumar” ao não reconhecimento… e quando esse reconhecimento vem espontânea e gratuitamente, nos enche de orgulho pela profissão escolhida. Daí vem a certeza do caminho percorrido e a ser seguido.

3 – Você acha que o perfil de consumidores tem mudado muito? E depois da pandemia? 

Altemar Ferreira: O perfil de nossos clientes mudou muito no decorrer dos anos, principalmente durante a pandemia, onde se percebeu que a moradia é nosso porto seguro, onde passamos a ficar muito tempo juntos e que, mesmo em locais distante dos grandes centros, pode-se trabalhar on-line, vide as vendas em grande escala na região Serrana.

Daise Barros: O perfil, acho que nem tanto. O mercado sim, esse mudou muito! Temos que estar sempre nos atualizando, hoje, digitalmente. Sou da época do jornal impresso, dos imensos classificados, isso não existe mais! Temos que estar “antenados” para o que está acontecendo no mundo da informática porque a “era digital” é muito mutável.

Iná Bloch: Percebo mudança de perfil, sim – por causa da pandemia, há uma busca maior por espaços abertos, terraços, varandas e jardins. Além de metragens mais generosas, pois as pessoas estão trabalhando em home-office.

Ivone Coutinho: Sim, a revolução tecnológica trouxe grande mudança no perfil do consumidor, que exige muito mais informação e agilidade. Mas continua o apreço pelo atendimento personalizado, cada pessoa é e gosta de se sentir especial e única. Na pandemia as pessoas estão mais objetivas.

Josué Malta: Acho sinceramente que não. Como todos os mercados, também o mercado imobiliário e em particular o segmento de Alto Padrão, é sempre impactado pelas mudanças econômicas, sociais e políticas. Famílias crescem e diminuem todos os dias. Quando falamos de imobiliário residencial, o momento de cada um, de cada família, é que é realmente determinante. A pandemia é algo com que estamos tendo que aprender a viver.

Lucia Malta: O perfil dos clientes, seu grau de exigências não mudam, o que muda são as circunstâncias. Quando nos referimos a imóveis residenciais, a Pandemia, para muitas pessoas veio impor a necessidade de resgatar um ambiente que já há alguns anos deixou de ser relevante, o escritório, hoje o home office.

Patrícia Pacheco: Acho que as pessoas estão em busca de mais agilidade, fluidez e rapidez, mas ainda sentem-se felizes e seguras quando essas características vêm acompanhadas daquele carinho, daquela atenção especial.

A pandemia, acredito ter tornado as pessoas mais cautelosas em suas buscas, visto que perceberam a importância do espaço da família, mas também as tornaram mais diretas e objetivas!

4 – O que você considera como diferencial na hora de escolher o apartamento ideal?

Altemar Ferreira: A escolha de um apartamento ideal tem suas particularidades, mas, ainda assim, a localização acho que tem que ser levada em consideração.

Daise Barros: Várias coisas! Uma delas é a concretização de realizar o desejo do cliente.

Iná Bloch: Fazer uma busca direcionada e objetiva, sempre tentando cumprir as exigências e desejos do cliente, contornando de forma competente qualquer dificuldade que surja no caminho. 

Ivone Coutinho: Localização e necessidades individuais.

Josué Malta: Na procura do apartamento ideal, há sempre 3 aspectos fundamentais: localização, valor e características. O imóvel ideal é aquele que mais se aproxima das expectativas do cliente. Diferencial está no nosso trabalho, na nossa capacidade de compreender, atender e muitas vezes, surpreender nossos clientes.

Lucia Malta: O imóvel ideal, é o que atende as expectativas definidas pelo cliente. Diferencial é a capacidade que temos de surpreender nossos clientes , o que só é possível quando gostamos do que fazemos e poder nos apresentar dizendo; Sou corretora da MC… Isso faz toda diferença.

Patrícia Pacheco: Para nós, corretores, acho que a palavra é sensibilidade.

Sensibilidade de entender o que cada um busca, e a forma que cada um busca. E dentro disso, conduzir adequadamente cada atendimento como único!

5 – Como você enxerga a importância do atendimento personalizado? Como você acha que isso contribuiu para destacar a MC no mercado imobiliário carioca?

Altemar Ferreira: Fidelizar clientes se dedicando, tentando se colocar no lugar de alguém que idealizou e quer escolher um lugar para ser feliz com sua família, essa é a melhor forma de fazer um atendimento personalizado. Enfim, imagino que dessa forma seremos sempre uma empresa diferenciada.

Daise Barros: Acho fundamental o atendimento direcionado, personalizado… muitas vezes, nós realizamos sonhos! Os profissionais da Marcus Cavalcanti fazem com “maestria” esse trabalho de personalizar o atendimento aos clientes.

Iná Bloch: No atendimento personalizado você percebe o sentimento e a emoção, às vezes sem palavras! É possível intuir e ajudar um cliente que está com dúvidas, a busca é mais eficiente e segura e a relação é confiável! 

Ivone Coutinho: As necessidades são diferentes mas os clientes possuem o mesmo desejo: ser especial. Marcus Cavalcanti se destaca por entender e preservar o “ser especial” que existe em cada cliente.

Josué Malta: O atendimento personalizado é uma exigência, quando falamos em residencial de Alto Padrão, seja para quem compra, como para quem vende. A Marcus Cavalcanti imóveis tem esta postura de atendimento no seu DNA. Faz parte da essência da empresa.

Lucia Malta: Na MC atendimento personalizado é o grande diferencial. Tratar o cliente como se fosse único! A pessoa do Marcus Cavalcanti. O qual, durante toda sua história de mercado imobiliário, compôs uma equipe profissional, qualificada a altura da marca que leva seu próprio nome.

Patrícia Pacheco: Para mim, é fundamental! É o que faz a Marcus Cavalcanti uma empresa com uma história tão bonita e tão sólida! A Marcus Cavalcanti nunca foi uma empresa em busca, exclusivamente, de números, mas também de satisfação e fidelização! E isso só se consegue com um atendimento para cada pessoa, cada família, cada um que busca seu bom negócio ou seu sonho… temos que ter as emoções equilibradas para captar cada necessidade! E isso a Marcus Cavalcanti e sua equipe fazem e sempre fizeram com maestria.

Isso é muito importante: ter a confiança do cliente!!! O fato de a Marcus Cavalcanti ter seguido a linha da excelência no atendimento a diferenciou, desde sempre, em nosso mercado (no mercado carioca).

Conheça as incorporações Marcus Cavalcanti

Veja o nosso portfólio de projetos que mudaram a Zona Sul carioca e encontre o seu próximo lar!

Da sustentabilidade às comodidades que os clientes mais exigentes desejam, nossas incorporações foram projetadas para que você realize o sonho do empreendimento ideal, sempre priorizando o seu conforto e bem-estar. 

Tudo isso sem deixar de lado o nosso grande diferencial: a assessoria imobiliária realizada pela nossa equipe de corretores, que oferecem um atendimento personalizado e ágil, como você merece!

Repassando o que vimos neste post

  • A importância de conhecer os profissionais que prestam assessoria imobiliária;
  • Tempo de atuação dos nossos corretores no mercado imobiliário;
  • Experiências marcantes em suas carreiras;
  • Mudanças de perfil dos consumidores e o mercado pós-pandemia;
  • Diferenciais para escolher um apartamento ideal;
  • A importância de um atendimento personalizado;
  • Incorporações Marcus Cavalcanti.

Deixe uma resposta

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.